Mais Recentes:

Penny Dreadful: 2ª Temporada - Avaliação!

A nova temporada de Penny Dreadful começou cheia de moral após o sucesso de crítica e público da primeira temporada, e para se manter bem a série investiu em novos gêneros e em um narrativa mais sisuda, com flashbacks e mistérios. Os diálogos novamente foram o ponto forte da série, com uma linguagem extremamente rebuscada (característica da era vitoriana) e com diversas citações de poetas e de poesias.


A nova temporada parece ter começado após pouco tempo do término da primeira, já que o clima era o mesmo e os personagens continuaram a serem desenvolvidos de onde pararam na temporada anterior. O foco mais uma vez foi em Vanessa Ives (Eva Green) que na primeira temporada já aspirava a protagonista da série, contudo desta vez ela teve um parceiro no protagonismo, Ethan Chandler (Josh Hartnett) foi melhor explorado nesta temporada, fazendo com que seu personagem tivesse uma importância tão grande quanto Vanessa na trama. Nosso querido conde Drácula (Jonathan Harker) pouco foi citado nesta temporada, contudo seu "irmãozinho" Lúcifer foi citado durante toda a temporada e sua representante na série foi a bruxa Madame Kali (Helen McRory) que tinha a missão de atrair Vanessa e entrega-la a seu mestre.


O caminho até o clímax do season finale foi recheado de mistérios que aos poucos iam se desenrolando. Com novos personagens sendo inseridos a série adotou um sistema com 2 núcleos simples, um deles é o do "capiroto" que conta com Vanessa, Ethan, Sir Malcolm (Timothy Dalton) e Madame Kali, ou outro é o dos "imortais" que conta com Victor Frankenstein (Harry Treadway), John Clare (Rory Kinnear), Lily (Billy Piper) e Dorian Gray (Reeve Carney). De certa forma podemos dizer que nenhum deles foi desenvolvido por completo, já que a temporada deixou praticamente tudo em aberto, porém ambos foram muito bem aproveitados e em vários momentos se cruzaram, fazendo com que os personagens não ficassem rasos. E com isso o desenvolvimento dos personagens ficou muito bem feito, introduzindo novos vilões e deixando a porta aberta para que outros retornem.


O visual da série foi novamente impecável, seja ele o dos personagens com suas maquiagens e figurinos ou dos cenários utilizados na temporada, e neste sentido a mansão de Madame Kali e suas necromantes se destacam pela riqueza de detalhes. Dos dez episódios da série apenas um foi escolhido para "abrigar" um flashback, o episódio cumpriu seu dever, mostrou como Vanessa aprendeu a ser uma "bruxa" e também explicou alguns acontecimentos da temporada atual. No season finale tivemos a resolução do embate que estava sendo proposto desde o primeiro episódio da temporada e a deixa para as próximas temporadas (a terceira já está confirmada), onde tudo leva a crer que Dorian Gray e Lily serão os vilões, porém há muito a se resolver até lá, reunir a liga parece ser o primeiro passo e isso deve demorar algum tempo, que deve ser aproveitado para desenvolver melhor histórias do passado dos demais personagens.


Em resumo a segunda temporada de Penny Dreadful manteve o padrão de sua temporada de estréia, porém desta vez deixou no ar um clima de mistério e um gostinho de "quero mais", com isso a série parece estabelecer um padrão de qualidade, o que tem se mostrado um tanto quanto difícil ultimamente, resta agora esperar pela terceira temporada e torcer para que a série continue sendo renovada!

Nota: 9,0 (Ótima)

Por: Gustavo Lopes
Share on Google Plus